Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Vida da Gorduchita

A Vida da Gorduchita

14
Mar18

Quaresma 2018 | Sem doces

14/02/2018

Começo este post no primeiro dia da Quaresma, Quarta-feira de Cinzas.

 

Assim como no ano passado, pretendo este ano fazer um período de abstinência naquilo que mais me custa: os doces. É o meu sacrifício pessoal.

No ano passado, tive as minhas falhas, mas consegui, de uma forma geral, resistir de forma significativa a doces durante os 45 dias que faltam até à Páscoa.

Este ano quero ser mais certinha e vou fazendo aqui o registo do andamento. Publicarei este post, com esse registo, algures, não sei ainda se apenas no final se algures no decorrer deste período.

 

Vai ser um desafio enorme, numa fase em que me sinto completamente viciada em doces, em açúcar. Uma fase em que devia estar a controlar a minha alimentação e em que queria estar a perder peso, mas que na verdade não tem primado pelo cumprimento das adequadas regras alimentares e repleta de dias em que me encho de bolachas e doces e sei lá mais o quê.

 

 

Hoje, mais do que abstinência, será dia de jejum. Não quer dizer que vou passar o dia todo sem comer, apenas que reduzirei, drasticamente, a quantidade de comida ingerida. Comecei a manhã com uma chávena de leite magro com um pão seco, ao fim da manhã comi um iogurte magro. Vou saltar o almoço, à tarde comerei outro iogurte magro e à noite um prato de sopa. 

 

Adenda: Falhei um bocadinho no jejum, mas ainda assim, a quantidade de comida ingerida foi reduzida. Ao fim da tarde, comi um pouquinho de pão e uma fatia de queijo. Ao jantar, sopa e um pequeno prato de batata cozida com um pouco de atum.

O marido quase me estragava a abstinência ao aparecer em casa com uma caixa de After Eight (nham) para celebração do Dia dos Namorados. Foi querido da parte dele. Não a abrimos. Mas está em casa, a olhar para mim.

 

15/02/2018

Sucesso. 

Não comi qualquer doce. Admito que as tentações não foram muitas também, mas há sempre as bolachas em casa (incluindo Bocaditos - bolachas com recheio de limão - que adoro) e nem sempre consigo estar pela cozinha sem ir atacar o armário. Mas ontem consegui.

 

21/02/2018

Nestes 6 dias, mordisquei uma bolachita. Só e apenas. Nada de mais doces. 

Comprei uma compota sem adição de açúcar para poder satisfazer a gula de vez em quando. Hoje comi uma tosta com queijo fresco e compota que me soube pela vida.

Não me tem custado sobremaneira, mas o percurso é ainda longo e estou no início.

 

28/02/2018

So far, so good. Quer dizer, tenho aquela bolachita que mordisquei algures, mais uma pequena colher de mousse de chocolate que comi para averiguar se estava ainda boa para a S. comer, porque estava com um aspecto um pouco estranho quando abri a embalagem.

Tenho conseguido passar ao lado das sobremesas, das bolachas e dos biscoitos. Acho que está a correr bem! :)

 

05/03/2018

Uma pessoa decide não comer doces e o que é que se põe a fazer? Um bolo em casa, pois claro! Podia dar-me para pior, mas no sábado passado foi isso que fiz... mas consegui, até hoje (segunda-feira), não comer uma fatia sequer (pronto, piquei uma migalinha).

Além disso, no jantar de sábado, havia tarte de lima (já aqui disse que adoro tarte de lima?) e também não comi.

Fora isso, comi uma pontinha de gelatina (conta como doce???) e nada mais.

19 days down, 25 to go! (quem foi que disse que a Quaresma são 40 dias??)

 

14/03/2018

Os últimos dias têm sido difíceis. Pico de trabalho, S. adoentada (já está fina, felizmente)...

Todos os dias penso "só um docinho", "estou mesmo a precisar de um docinho"... Ando mesmo a sentir que precisava de uma bolacha, uma sobremesa... 

Mas tenho resistido. A bem dizer, se não fosse um sacrifício, não tinha valor, não é?

É só hoje e mais 16 dias! 

19 comentários

Comentar post