Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Vida da Gorduchita

A Vida da Gorduchita

27
Dez18

Os desejos para a minha casa em 2018 - Balanço

Hoje vou publicar 4 posts de balanço de 2018, na sequência dos 4 posts que fiz no final do ano passado (e início deste) com objetivos e desejos para este ano. É mais para memória futura, mas serve também como autoflagelação reflexão, por terem sido 365 dias (quase) perdidos.

 

Assim ficaram os 12 (+1) desejos que se aplica(va)m à minha casa: 

  1. Organizar (e destralhar) o móvel das "tupperwares" e conseguir mantê-lo organizado - Arrumei-o e parecia ter ficado maravilhoso mas a verdade é que, ao fim de uns meses, descambou e assim tem ficado
  2. Arrumar o balcão da cozinha e conseguir mantê-lo desobstruído - Idem idem, aspas aspas
  3. Colocar o toalheiro e o porta rolos na casa de banho de entrada - Um ano depois, continua por colocar. No comments!
  4. Tornar o salão num compartimento verdadeiramente operacional - Nem comento.
  5. Reorganizar (e destralhar) a garagem - Tá igual. Levou umas arrumações mas levou com mais tralha a seguir.
  6. Organizar a estante dos livros - Arrumei, ficou muito bem, mas já está um bocado abandalhada outra vez.
  7. Arranjar / comprar uma (boa) proteção para o sol, para o terraço - CHECK!
  8. Começar a montar a "parede de fotografias", no corredor do quarto da S. - Nem uma para amostra!
  9. Reorientar a mobília do quarto de hóspedes (ou dar um novo destino ao compartimento) - CHECK!
  10. Arranjar umas plantas (naturais e/ou artificiais) para dar um outro ar à casa - Nadinha. Nem uma sequer.
  11. Dar um novo ar à entrada da casa (bengaleiro, quadros, móvel de apoio... algo...) - Começa e termina o ano exatamente igual.
  12. Pendurar o estendal de tecto na garagem - Continua lá encostado à espera que alguém tenha vontade de o pendurar.

 +1. Arranjar forma de organizar os brinquedos da S. sem que tenham tanto impacto na sala - Dei-lhes uma arrumação mas ainda não está na solução ideal (nem lá perto, em boa verdade). E agora com as novas entradas, ainda vai ser mais complicado.

 

4 comentários

Comentar post