Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Vida da Gorduchita

A Vida da Gorduchita

18
Jul18

Grata

Admito: queixo-me frequentemente, faço contas todos os meses, acho que podia/devia ganhar mais...

 

Mas depois, vou à calculadora que o Eurostat disponibilizou aqui e percebo que temos um rendimento líquido superior a 90% das famílias portuguesas com estrutura similar à nossa.

 income.PNG

E lembro-me que devo ser grata.

Grata todos os dias.

Grata porque ambos temos emprego e trabalhamos em empresas bem estruturadas que pagam o salário a tempo e horas.

Grata porque temos uma (boa) casa para viver, temos viaturas para nos deslocarmos, temos alimento na mesa, temos saúde para trabalhar e para brincar.

Grata porque podemos dar-nos ao luxo de jantar fora de vez em quando, de ir dar uns passeios, de comprar o que precisamos (e até o que poderíamos dispensar, algumas vezes), de irmos aqui ou ali de férias.

 

Não devia ser preciso pôr as coisas em perspectiva para ser grata, mas fazê-lo claramente ajuda!

21 comentários

Comentar post