Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Vida da Gorduchita

A Vida da Gorduchita

25
Set18

Coisas das férias ou... eu estou mesmo a ficar velha!

https_%2F%2Fprintzonedigital.com%2Fwp-content%2Fup

 

A viagem aos Açores (ai, levem-me para lá já outra vez, please) foi feita em conjunto com um pequeno grupo de escuteiros, de que o marido é chefe.

Quatro jovens - 3 raparigas e 1 rapaz - entre os 19 e os 22 anos. Simpáticos, educados, bem dispostos, foram uma excelente companhia e brincaram imenso com a S., tornando os dias mais fáceis e ligeiros.

 

Das conversas e do convívio ao longo dos dias, apercebo-me que:

     * A mãe de uma delas tem 38 anos (mais nova que eu), a mãe de outro tem 45 (apenas 4 anos mais velha que eu)... e cai-me a ficha: eu podia ser mãe daquela gente, mesmo sem me sentir com idade para ter filhos daquele tamanho!!!

     * Uma delas segue mais de 4000 perfis no Instagram e tem mais de 2000 seguidores. Outra "lamenta-se" que está nos 999 seguidores, que só lhe falta 1 para chegar aos 1000. Segue mais de 2000 perfis no Instagram. Passam a vida com o telemóvel na mão a tirar fotos e a publicar no Insta (como lhe chamam) e deslizar o ecrã para acompanhar os perfis que seguem. Comentam a vida de pessoas que não conhecem de lado nenhum como se fossem amigos desde a infância (a Maria qualquer coisa que foi mãe e que engordou imenso e que era muito magra mas agora não está a conseguir voltar ao sítio, mais o bebé de não sei quem que é super fofo,...). Sério?? Há tempo para seguir tantas pessoas e marcas no Instagram? É assim tão importante esparramar a vida toda em imagens para desconhecidos verem e comentarem?

 

Não me imagino de todo a ter um filho daquela idade, acho-me, sinto-me mais nova que isso mas sei que biologicamente era mais que possível.

Por outro lado, não consigo minimamente perceber este fascínio pela exposição da imagem, esta dependência do mundo virtual, esta necessidade de validação externa, esta obsessão pela vida alheia...

 

Cheguei ao fim da viagem com a sensação de que ou sou/estou velha ou sou uma old soul

27 comentários

Comentar post

Pág. 1/2