Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Vida da Gorduchita

A Vida da Gorduchita

26
Mar18

...

Eu bem leio livros de parentalidade positiva e coisas afins, mas há alturas em que a paciência se esgota, mesmo que não seja necessariamente uma situação extrema.

Esta manhã a paciência "fugiu-se-me". Berrei, chateei-me... e a bem dizer, a culpa nem era dela. Eu é que acordei tarde. Eu é que a fui acordar tarde. Eu é que não tinha preparado tudo na noite anterior.

E quando me capacito disso, o "chão foge-me" também. E fico com um aperto no peito.

 

Fizemos as nossas pazes bem antes de sairmos de casa. Abraçamo-nos e até rimos.

A viagem até à escolita, essa, foi feita quase sempre em silêncio. Chegamos já tarde e todos os meninos estavam já na sala onde fazem o check in matinal. 

Com toda a calma, e sem protestar, foi trocar o calçado e depois de me dar um beijo e um abraço de despedida, subiu sozinha as escadas para ir para a sala. Não quis/precisou que fosse com ela.

Fiquei espantada! 

Mas a bem dizer, não percebi bem se foi por estar a ficar tão crescida ou se foi por estar ainda "marcada" pelos berros da manhã.

 

23 comentários

Comentar post

Pág. 1/2