Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Vida da Gorduchita

A Vida da Gorduchita

09
Jun17

Quando são os padres que afastam as pessoas da Igreja

Ontem falava com uma colega de trabalho e dizia-me ela, a propósito já não sei bem de quê, que o irmão (que já tem 15 anos) não era batizado, por estar registado com "pai incógnito".

Que já tinham falado com mais do que um padre e nenhum o batizava.

Aquilo ficou-me na cabeça. Não pode ser.

Enviei um mail a um padre amigo da família (que foi meu professor, que me casou e que batizou a minha filha) questionando-o sobre o assunto.

A resposta dele é clara: se a mãe é católica, e não havendo outros impedimentos, o pároco não pode recusar-se a batizar a criança. Caso o faça, é dirigir o assunto ao bispo.

 

Revoltam-me estas situações. Revoltam-me estes padres que acham que devem dar lições de moral à custa de um sacramento a uma criança. Como se fizesse algum sentido excluir a criança de uma vivência católica por algo que não foi ela que fez.

É à custa de coisas como estas que as pessoas se afastam da Igreja. À custa destes comportamentos por parte de quem se espera caridade, bondade e perdão.

 

8 comentários

Comentar post