Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Vida da Gorduchita

A Vida da Gorduchita

02
Out17

Não sei o que fazer...

Na sexta-feira passada, a S. ficou em casa. Tem andado com bastante tosse e achamos por bem que ela ficasse por casa, para estar um pouco mais resguardada e tentar que melhorasse.

Ligamos logo pela manhã à sua (antiga) ama e como ela estava disponível, foi para nossa casa e ficou com ela todo o dia (como fazia antes de a S. entrar para o infantário).

 

Sei que passou um dia super feliz, mas durante o dia ia dizendo que não queria ficar boa para a ama poder ficar com ela e a despedida, ao fim da tarde, foi muito custosa, com lágrimas de ambos os lados.

Sei que este processo de habituação a novos ritmos, novas pessoas está a ser algo custoso para a S., apesar de ficar benzinho na escola, de manhã. 

E sei que para a ama esta separação, ao fim de mais de 2 anos de convivência diária, também está a custar muito.

 

Mas tenho dúvidas de qual a melhor estratégia para lidar com isto. Tenho medo de reforçar a frequência dos encontros entre elas, por eventuamente dificultar a "quebra" do vínculo e tornar o processo de adaptação na escola mais complicaado. Mas, por outro lado, sinto que precisam ambas ainda muito uma da outra, de estarem juntas, de se encontrarem.

 

Estou como um tolo no meio da ponte! 

10 comentários

Comentar post