Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Vida da Gorduchita

A Vida da Gorduchita

08
Fev17

Hoje pesei-me

E, sem surpresa, não gostei do que vi.

Não fiquei nada admirada com o valor que a balança me apresentou - 72,2kg - até porque nada tenho feito para que ele baixe, mas ainda assim, não gostei. Estou no meu direito! :D

 

Ainda não encontrei a motivação para o esforço de emagrecimento. Ou talvez ainda não tenha encontrado a força de vontade para as mudanças que preciso operar no meu estilo de vida e de alimentação.

Uns dias penso "é hoje", para passadas umas horas estar a comer uma porcaria qualquer, nada saudável.

 

A verdade é que ainda não se operou o clique para implementar as mudanças!

 

Há 4 anos atrás (ai, jazuze, tanto tempo), após o aborto (com 21 semanas de gravidez tinha já ganho uns 6-7kg), demorou mais de 5 meses até que o clique se fizesse. Nessa altura, estava com cerca de 69,5kg e consegui, em 3-4 meses, perder 7 kgs. Demorou até que a minha cabeça estivesse em ordem para eu me comprometer seriamente.

Quando isso aconteceu, regulei a alimentação, fiz durante cerca de 1 mês a "dieta dos 2 dias" (funcionou), inscrevi-me na piscina perto do trabalho e ia nadar 2x/semana na hora de almoço, caminhava cerca de 40 minutos por dia, e depois comecei a correr 2 a 3 vezes por semana. Dias houve em que acordava cedo e ia caminhar, na hora de almoço ia nadar, e ao fim do dia ia correr. 

Estava "viciada" no desporto, nas endorfinas, sei lá. Dava-me gozo.

 

Desde que a S. nasceu, nunca mais retomei a atividade física, de forma consistente. Falta-me disponibilidade de tempo (exceto na hora de almoço) mas mais ainda disponibilidade mental. Acordar mais cedo não é solução, porque as noites já são mais que interrompidas e a S. acorda muitas vezes entre as 6:30 e as 7:00 a pedir o seu leitinho e mimo.

Podia ir depois de a deitar, mas muitas vezes são já 23h quando acordo depois de a ir adormecer (sim, deito-me ao lado dela para ela dormir e acabo por lá ficar eu também um bom bocado). A essa hora e no estado letárgico em que estou, não há vontade de sair para o frio e fazer uma caminhada.

 

A alimentação essa não tem desculpa, é mesmo falta de vontade, de motivação, não sei.

 

Não sei dizer quando vai acontecer o clique. Não devia ficar simplesmente à espera dele, devia fazer por que ele aparecesse. Eu sei... mas até para isso me falta vontade.

Deve ser porque se calhar não me sinto assim tão mal comigo mesma! Ou apenas porque sou preguiçosa! Não sei...

Dias melhores (ou diferentes, vá) virão!

Até lá, vou tentando que o peso não suba ainda mais...

 

6 comentários

Comentar post