Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Vida da Gorduchita

A Vida da Gorduchita

29
Jul13

Do meu objetivo

Diz a barrinha ali em cima que perdi já 5,8 kg! Um número que me parece simpático e que me agrada bastante, atendendo ao tempo decorrido (cerca de 3 meses).

Não é um valor extraordinário, mas representa uma perda sustentada de peso e de volume que se nota já de forma clara no meu corpo.
Ontem, o maridão olhava para mim e dizia: "Olha-me esses ossos todos!" LOL
Um exagerado, é o que ele é, porque os ossos estão ainda longe de se verem, mas a verdade é que estou com as formas mais modeladas, o corpo um pouco mais firme, linhas mais estreitas.
Noto logo no rosto, uma das zonas que reflecte quase de imediato os meus processos de emagrecimento. 
Gosto dele assim, mais estreito, a notarem-se mais as maçãs do rosto, as faces mais encovadas. 

No outro dia discutia com umas colegas de trabalho estas coisas dos emagrecimentos e afirmei que não precisava de baixar dos 60 kg para ficar feliz.
Mantenho o que disse e é esse o meu objectivo. 
Se me agradaria ver a balança baixar dos 60kg? Claro que sim. Afinal não me lembro de alguma vez pesar abaixo disso (e recordo-me de me começar a pesar, conscientemente, aos 14/15 anos), e seria interessante ver um 5 como início do meu peso.
Mas não me foco nisso. Sei que baixando os quase 4 kg que tenho acima dos 60, já ficarei com um corpo que me satisfaz: com curvas, com "chicha" mas mais delgado, mais bonito.

Sei que há quem se bata em lutas ainda mais difíceis, e desejo-vos toda a força.
E há quem diga que sou tola por querer emagrecer mais, que não pareço ter o peso que tenho (é certo que sempre me disseram isto, já desde bem pequenina), que estou bem assim...
Mas certo é que estou longe de ser magra. O meu imc ali na barrinha assim o evidencia - só há pouco saí do Excesso de peso e entrei  no Peso saudável. 
Aqueles 22,9, correspondentes aos 60kg, são a minha meta. Um valor intermédio dentro do intervalo do peso saudável. Um valor muito razoável para quem, há uns anos, tinha um IMC na ronda dos 30,9...

2 comentários

Comentar post