Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Vida da Gorduchita

A Vida da Gorduchita

21
Ago17

Crónicas de uma dona de casa (quase) desesperada #14

A tarde de sábado foi para organização da casa. Já andavamos a precisar de dedicar mais umas horas ao lar.

Nunca se consegue fazer tanto como se planeia mentalmente (pelo menos a mim, é o que me acontece sempre) mas já deu para adiantar mais umas coisas:

 

Quarto da S.

  • Terminei a cabeceira para a cama da S. e coloquei-a no sítio (depois de ter feito uma proteção para a lateral, decidi fazer também uma cabeceira e encostar o topo da cama à parede - ficou encaixada num cantinho do quarto). Com a esponja e tecido sobrantes, fiz também uma proteção para a barra lateral, junto ao colchão.

    IMG_0476.JPG IMG_0477.JPG 

  • Tirei do armário da S. toda a roupa de cama e afins que já não serve - mantinhas, lençóis, capas de edredão, proteção da cama de grades... Dividi as coisas em 3 sacos - umas coisas vão para uma prima, outras para um primo e as restantes para a Associação de Solidariedade Social Mercado dos Santos. Dois dos sacos já seguiram para casa dos meus pais para os meus primos lá irem buscar.
  • Instalamos umas prateleiras para livros ao lado da cama (este modelo IKEA, pintadas em branco por mim). 

    Antes_Depois_1.jpg 

  • Colamos os autocolantes de parede (já andavam lá por casa há muito, muito tempo e as paredes estavam demasiado brancas)!

    Antes_depois_3.jpg

Salão

  • Juntei uns brinquedos antigos e uns livros infantis, que andavam por ali "abandonados" e coloquei tudo num saco. Vai tudo para a associação que referi acima.
  • Roupa já retirada dos armários que andava pelo sofá do salão - enfiada em sacos, segue também para a Mercado dos Santos.
  • Arrumei o "saco dos sacos" (andavam imensos sacos espalhados pelo chão).
  • Arrumei a metade da proteção de chão (daqueles puzzles esponjosos com letras) que estava num canto do salão após ter sido retirada do terraço.

 

O quarto ficou mais bonito e funcional e o salão um pouco mais liberto de tralha (quando hoje entregar à Associação os sacos que ficaram encostados lá a um canto, já fica um pouquinho melhor mas ainda há muito para tirar daquele espaço). 

 

NOTA: Mas aprendi uma lição: não se mexe em quartos de crianças com 3 anos sem elas estarem envolvidas. A S. quer a toda a força que eu arranque os autocolantes e que tire as prateleiras. Ainda estamos em fase de adaptação

12 comentários

Comentar post