Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Vida da Gorduchita

A Vida da Gorduchita

31
Ago17

Ansiedade

Acho que é o termo que melhor define o que sinto relativamente ao futuro próximo.

Na próxima semana, começa toda uma nova etapa nas nossas vidas, com a ida da S. para o infantário. Até aqui, sabia-a bem cuidada, protegida, amada por quem com ela estava. Até aqui, tinha quem cuidasse não só dela, como das lides domésticas em nossa casa.

 

A partir da próxima segunda-feira, vou arriscar começar a levá-la para a escolita, assim, sozinha, sem apoio, mesmo estando a trabalhar. Não sei como vai correr, mas não quero deixar passar demasiado tempo após as idas dela lá para adaptação / familiarização (esta semana a escolita está fechada).

Planeio nos primeiros dois dias deixá-la lá apenas de manhã e ir buscá-la antes do almoço. Depois, um ou dois dias, ir apenas depois do almoço, e só depois lá começar a passar os dias completos. Espero desta forma facilitar-lhe a transição.

 

Os dias da semana passarão a ser mais "difíceis".

Serão manhãs mais complicadas, em que terei de a acordar (a rapariga tem um acordar difícil), dar-lhe o leite, vesti-la (além de me preparar a mim própria). Até aqui, saía muitas vezes de casa com ela ainda a dormir, ou se estivesse já acordada, não tinha de me preocupar com vesti-la e afins. E depois disso, lidar com a separação na escolita (não espero despedidas fáceis...).

Os fins de dia também serão mais complicados. Terei de lhe dar banho, além de cuidar de todas as coisas da casa que até aqui eram despachadas pela ama (que nos tratava também das lides domésticas) e de, claro, fazer o jantar. E preparar tudo para o dia seguinte (felizmente, não tenho de preparar lanches e afins, porque será tudo assegurado na escola e é até proibido levar alimentos).

 

Até nos adaptarmos todos a esta nova rotina demorará certamente. Mas enfim... são "dores de crescimento". Faz parte da vida!

31
Ago17

Mais uma consulta

Ontem foi dia de mais uma consulta de rotina da S. no HSJ. Desta vez, foi de pediatria. 

É uma consulta que serve apenas (no caso da S.) para fazer um acompanhamento do estado dela, pouco mais que medir, pesar e avaliar, a olho nú, o desenvolvimento geral dela.

A consulta correu muito bem. A S. portou-se lindamente (muito melhor do que eu estava a contar, especialmente depois dos 40 minutos de espera) e acedeu a fazer tudo o que o médico pediu. Estava bem disposta, faladora e assim deu para ele percepcionar o seu desenvolvimento nessa componente.

O médico acha que ela está muito bem e já poderia dar-lhe alta desta especialidade, mas entende por bem acompanhá-la até à idade escolar (bem, bem, diz ele, era acompanhar aí até aos 20 anos, tendo em conta o nível de prematuridade, mas como isso não é possível, acompanhará até aos 5 /6 anos, pelo menos).

 

Aproveitou e solicitou a realização das consultas de Desenvolvimento e de Psicologia Clínica (consultas essas que, diz ele, são as mais importantes - atendendo a que a S. não tem nenhuma sequela identificada - e que já deveriam ter sido realizadas). 

Agora, é aguardar a marcação dessas consultas e ver o que têm a dizer.

30
Ago17

I - Internet ou livrarias físicas?

alfabeto-literario.jpg

 

Adoro livrarias, adoro vaguear no meio dos livros, tocar-lhes, espreitá-los... mas admito que a maioria das últimas aquisições foi feita via internet, seja em livrarias virtuais, seja no olx.

 

Nota: Em 26 posts, eu, MagdaJustMaria João CovasSofia GonçalvesMulaAlexandraDrama QueenCaracolB♥Sandra.wink.winkPrincesa SofiaFátima BentoHappy e Carla B. respondemos a 26 perguntas sobre livros, tendo como mote o alfabeto. Às segundas, quartas e sextas, às 14h, não se esqueçam de cuscar as nossas respostas, em cada um dos blogs.

30
Ago17

Poupança - Balanço mensal #8

percalço de ontem alterou-me um pouco as contas e traz-me desafios grandes para a gestão do Setembro.

Ainda assim, Agosto não foi um mês muito mau, embora tenha tido gastos extraordinários e supérfluos.

 

Aqui fica a minha reflexão:

 

Primeiro:

Desafio das 52 semanas.  Coloquei no frasco 260,00€ (fruto, essencialmente, de presentes de aniversário). Tenho, nas minhas anotações, 10 semanas preenchidas, 7 das quais são as últimas do ano (portanto, as mais difíceis de completar). A ver vamos o que consigo lá juntar nos próximos meses.

 

Segundo:

Poupança global. Somando o valor acima a outros valores poupados, fiquei em 13% de poupança. Já é um valor simpático, que gostaria de conseguir atingir todos os meses!

 
Terceiro:
Alimentação. As despesas em restauração foram elevadas este mês (cerca de 150,00€). No início do mês, ainda estava um pouco em modo férias e por isso almocei fora mais vezes do que devia, mas depois lá engrenei nas marmitas. Em Setembro, os almoços (e também os jantares) fora têm de ser altamente controlados.
Em supermercado gastei cerca de 240,00€ (no que se inclui compras para o jantar de aniversário que fiz em casa com amigos).
 
Quarto:
Despesas não rotineiras.
150€ para reforço da conta do marido. 
63€ em presentes (algum são já para o Natal).
Quase 290€ com o carro (entre IUC, manutenção e IPO).
Cerca de 80€ em roupa e sapatos para a S. (já a pensar na meia estação).
 
Em Setembro, teremos uma despesa adicional - a mensalidade da escolita da Sara - tendo ainda de pagar o mês de Agosto à ama. Vai ser um mês difícil só por aqui.
Espero que não apareçam despesas extra.
 
 
29
Ago17

Uma pessoa esforça-se mas...

Uma pessoa tem as contas do mês organizadas. Até ia sobrar dinheiro e tal, para fazer face às despesas extra do mês de Setembro e não sei que mais.

Uma pessoa leva o carro à oficina para lho levarem a fazer a Inspeção Periódica Obrigatória. Ligam da oficina... que é preciso trocar as pastilhas dos travões e também o óleo dos ditos cujos. Tudo fica por mais de 200,00€.

Uma pessoa fica com as contas todas estragadas!

Uma pessoa tem de começar a andar a pé!

 

29
Ago17

Objetivos 2017 - Reflexão

Em janeiro, estabeleci uma lista de desejos/ decisões para 2017.

Há já muito, muito tempo que não olhava para ela. Há muito que não refletia sobre o que me propus para este ano e onde estou neste momento.

Vou partilhar convosco a minha reflexão sobre o assunto.

  • Perder 10 kgs (esta é tão velha que até cansa) - Não fiz nada neste sentido até agora. Na semana passada fez-se o clique necessário. Espero conseguir atingir este objetivo até ao Natal.
  • Visitar os padrinhos da S. em Bruxelas (e dar um giro naquelas redondezas) - Já não vai ser este ano. Já estivemos com eles algumas vezes este ano, na Páscoa e agora no Verão, mas foi porque eles vieram a Portugal. Não sei quando lá iremos...
  • Ir aos AçoresTambém não vai ser este ano. Mas já está em vista que seja no próximo ano (temos uns amigos que estão em vias de construir uma casa na ilha do Pico e por isso ficamos com a questão do alojamento resolvida. Pelo menos, para fazer uma ronda pelo grupo central!) :)
  • Aderir e completar o "Desafio das 52 semanas" (nesta versão adaptada) - Comecei o meu frasco e até estava a correr razoavelmente. Usei o que lá tinha para o presente de aniversário do marido, em Maio. Retomei em Junho, mas é pouco provável que consiga atingir o valor total. Se conseguir metade, penso que é bom! Estou a esforçar-me!
  • Levar a S. ao Oceanário e ao Zoo de Lisboa (que se traduz também em: passar uns dias ou fim de semana a Lisboa) - Cumprido! Por altura do feriado do 1 de Maio, fomos passar 3 dias a Lisboa e visitamos ambos. A S. adorou! 
  • Planificar semanalmente as refeições - Esta é uma constante luta minha. Não consigo engrenar nisto, não sei porquê. Mas ainda não desisti. A ver se Setembro é o mês!
  • Fazer mais refeições vegetarianas - Nada disso! Mas está na hora de começar a rentabilizar os livros de cozinha vegetariana que tenho em casa! eheh
  • Ler, pelo menos, 10 livros (tenho andado tão longe disto...) - Já li 7. Estou a ler o 8º. Estou bem encaminhada, e admito que vou "esforçar-me" para passar dos 10. Não há-de ser assim complicado! 
  • Fazer 1 semana de praia com a S. (traduzindo: um mínimo de 7 dias de praia, mesmo, com sol e idas ao mar e tudo) - Não estive nem perto disso, e não vejo que o vá conseguir. Ela foi, em boa verdade, 3 vezes à praia (de mar), mais 2 vezes a uma praia fluvial. E foi só... Para o ano, vou tentar, a sério, que seja diferente!
  • Terminar o Caminho para Fátima - Para já, fiz apenas mais uma etapa. Vou apostar as fichas todas agora em Setembro (mês mais ameno). 
  • Fazer um calendário do Advento para a S. (este ano, já conseguirá dar valor e acompanhar o processo) - Mais um mesito e tenho de começar à procura de ideias! :D
  • Levar a S. ao Portugal dos Pequenitos - Tenho de desafiar o marido para um passeio num fim de semana! É viagem de pouco mais de 1 hora até lá. E Coimbra é cidade bonita de se visitar!
  • Retomar as caminhadas regulares (e, se possível, também as corridas) - Nada! Nadinha! Nicles! Uma vergonha! E não faço promessas...
  • Implementar o conceito de Armário Cápsula (Capsule Wadrobe) no meu guarda roupa - Sem poder verdadeiramente dizer que implementei seja o que for, a verdade é que desde o início do ano, limitei-me a comprar uma blusa e um fato de banho. Posso não ter construído o armário que queria, mas pelo menos não andei a gastar dinheiro em roupa. Quero acreditar que até ao final do ano conseguirei ir buscar as roupas que arrumei por não me servirem. E nessa altura, reorganizo o armário! 

Sei que estou, à data, muito aquém daquilo que no início do ano queria atingir.

Ainda há coisas que dá para recuperar. Agora que voltei a olhar para a lista, vou empenhar-me mais!

 

28
Ago17

Ideias precisam-se!

Esta é a última semana que a S. fica com a ama que cuidou dela e a acompanhou desde os 8 meses de vida. 

A ama da S. foi um "anjo caído do céu". Muito dificilmente conseguíriamos alguém tão dedicado à nossa S.

Têm uma relação fantástica, a S. adora-a e grande parte do seu desenvolvimento é muito fruto da forma de estar que a ama sempre teve com ela. Alem disso, foi um salva vidas em imensas situações, sempre disponível, dando-nos apoio em tudo o que precisamos.

 

Acho que ainda não me capacitei bem que esta é uma fase na nossa vida que termina, não só para a S. mas também para nós, visto que ela além de cuidar da S. nos cuidava da casa. E é uma pessoa com quem estamos agora todos os dias da semana e vamos deixar de estar.

 

Sabendo que tal não é preciso, gostaria, na "despedida", de lhe dar algo que lhe mostrasse o quão grata sou. Ela sabe que lhe damos muito valor, é algo que lhe dizemos muitas vezes, mas ainda assim, gostaria de ter algo para lhe oferecer no último dia. Algo com algum simbolismo, não precisa ser (nem convém que seja) nada de muito caro.

Mas estou sem ideias. Não sei mesmo o que lhe hei de dar.

Quem me ajuda? Ideias, alguém?

 

 

 

28
Ago17

H - Hardcover ou paperback?

 alfabeto-literario.jpg

 

Neste não tenho dúvidas: paperback (ou em bom português, capa mole). Mais prático para ler e transportar! :)

Não gosto grande coisa de livros com capa dura. 

 

Nota: Em 26 posts, eu, MagdaJustMaria João CovasSofia GonçalvesMulaAlexandraDrama QueenCaracolB♥Sandra.wink.winkPrincesa SofiaFátima BentoHappy e Carla B. respondemos a 26 perguntas sobre livros, tendo como mote o alfabeto. Às segundas, quartas e sextas, às 14h, não se esqueçam de cuscar as nossas respostas, em cada um dos blogs.

 

25
Ago17

G - Género literário que não leio

 alfabeto-literario.jpg

 

Terror.

Está simplesmente fora de questão. 

 

Também dificilmente me apanham a ler romances "melosos"poesia.

 

Nota: Em 26 posts, eu, MagdaJustMaria João CovasSofia GonçalvesMulaAlexandraDrama QueenCaracolB♥Sandra.wink.winkPrincesa SofiaFátima BentoHappy e Carla B. respondemos a 26 perguntas sobre livros, tendo como mote o alfabeto. Às segundas, quartas e sextas, às 14h, não se esqueçam de cuscar as nossas respostas, em cada um dos blogs.

Pág. 1/5