Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Vida da Gorduchita

A Vida da Gorduchita

27
Fev17

Poupança - Balanço mensal #2

E já terminou mais um mês...

Esteve longe de correr conforme desejado... Eu e os meus impulsos consumistas (para a S.)...

Aqui fica a minha reflexão:

 

Primeiro:

Desafio das 52 semanas. Já coloquei o valor da semana 9, e os valores foram estes:
    Semana 5: 52,00€

    Semana 6: 45,00€

    Semana 7: 21,00€

    Semana 8: 40,00€

    Semana 9: 20,00€

            Total: 178,00€

Correu bastante bem, este mês. Pensei em colocar mais, mas haverá outros meses para ir completando os valores pré-estabelecidos.

 

Segundo:

Poupança global. Somando o valor acima a outros valores poupados, fiquei em 11% de poupança. Um resultado bastante satisfatório. 
 
Terceiro:
Refeições. Este mês almocei 9 vezes em restaurantes. O custo médio das refeições foi um pouco mais baixo que no mês passado, mas foram vezes demais que não levei o almoço para o trabalho. Tenho mesmo de ajustar esta parte.
 
Quarto:
Despesas não rotineiras. Fevereiro foi um mês repleto de gastos fora do habitual. Pneus para o carro, fatura da EDP (costuma sair da conta do marido), roupa para a S. (só nisto foram quase 85,00€... ai, eu a não saber resistir aos preços dos saldos), cancela de segurança (mais 65,00€. Como a S. passou da cama de grades para uma cama "rasteira", tivemos de reforçar a segurança nos acessos a escadas),... Enfim, gastos a mais e ainda ficaram coisas no cartão de crédito para o próximo mês (nota: pago sempre o cartão de crédito a 100%. Não me apanham juros nestas coisas...)
 
 
 
Tenho ainda um longo caminho a percorrer para fazer um devido controlo e redução das despesas. Há coisas que não tenho muito como mexer, outras em que não quero mexer... Mas há ainda espaço para melhoria e vou tentar aproveitá-lo ao máximo.
 
27
Fev17

Livros 2017 (3/10)

Demorei um pouco mas acabei:

 

crianças.jpg

 

Gostei imenso do estilo de escrita da Magda (já tinha tido oportunidade de fazer um dos seus workshops em 2012 e não me surpreendeu a escrita fluida, tal como é o seu discurso).

 

É um livro cheio de dicas, de orientações, de exemplos. Um ivro a manter em cima da mesa de cabeceira para ir consultando à medida das necessidades (e birras)! :)

Recomendo vivamente a quem tem crianças (e não precisam ser muito pequenas) e quer estabelecer um vínculo duradouro com elas, ao mesmo tempo que as educa sem violência física ou verbal! 

 

24
Fev17

Alguém me explique

Por que é que existem colchões de 0,70x1,60m quando não existe roupa de cama adequada?

Só encontro lençóis/capas de edredão e edredões com 1,50x2,00m. O comprimento ainda vá, dá-se um jeito, sem problemas.

Mas ficar com 40cm de lençol/edredão de cada lado da cama, parece-me demais. Especialmente para uma cama "rasteira".

Que é que eu faço?

roupacamaikea.JPG

Exemplo (passe a publicidade)

21
Fev17

Histórias de outros tempos

No 11º ano (há muito, muito tempo atrás) tive um professor de Biologia absolutamente espectacular. Daqueles que criam empatia com toda uma turma, que consegue alternar entre momentos de descontração e momentos de estudo, que faz com que toda a gente goste da disciplina. E que tinha também um humor especial!

Um dia, chegamos à aula, queixando-nos que a professora de Inglês (pouco amada e conhecida, carinhosamente, por Pica) havia marcado o teste para o mesmo dia que o de Biologia.

A resposta dele?

"Só quem lhe pusesse uma cedilha!" 

20
Fev17

Isso é o que tu dizes, pequenina!!

Conversa a três, ontem à noite.

Eu - Papá, a S. disse-te que a pus em cima da balança, antes do banho?

S. - Estava fria.

Eu - Pois estava, bebé.

Pai - E quanto estava a pesar?

Eu - 10,9kg

Pai - Tá certo...

S. - E tu, mamã?

Eu - Eu não me pus em cima da balança, bebé, para não me assustar...

S. (fazendo-me uma festinha) - Não te assustes, mamã... a balança não faz mal...

 

Isso é o que tu dizes, pequenina! Isso é o que tu dizes!! ;)

17
Fev17

Para mais tarde recordar #18

Enquadramento: A S. tem uma fixação com teias de aranha... e com lobos (muito Capuchinho Vermelho e Três Porquinhos na cabeça).

lobo.jpg

A vaguear pela casa, vê uma teia de aranha e diz qualquer coisa de a aranha estar ali ou não...

Eu - Não tem aranha. Mas que tivesse, não tinha problema, bebé, as aranhas não fazem mal. Não precisas ter medo.

S. - E as moscas?

Eu - As moscas são chatas, mas também não fazem mal.

S. - E os lobos? Fazem mal?

Eu - Bem... os lobos... não fazem mal, mas temos de ter mais cuidado...

S. - Porquê? Para não tropeçar no lobo?

 

Pág. 1/3