Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Vida da Gorduchita

A Vida da Gorduchita

23
Set16

Férias e criar memórias

Aproximam-se mais duas semanas de férias (que é como quem diz, estou quase a fechar o tasco e só volto ao trabalho no dia 10 de Outubro).

Ainda não há planos. 
Temos em mente ir os dois passar 2 noites algures, sem a filhota (coração, será que aguentas?), mas ainda não decidimos onde ir nem em que dias.
Em mente tenho também levar a S. a um zoo, passear pelo Porto, andar de teleférico... enfim... fazer algumas ou todas aquelas coisas que falei aqui.

A ideia é, essencialmente, arrumar mais umas coisas em casa, descansar corpo e mente, passear, brincar, namorar, ler.

Aproveitarmos os dois para estar juntos e namorarmos mais.
Aproveitarmos o tempo com a S. para novas andanças, novos sítios, novas experiências.
Já neste domingo, temos concerto / workshop na Casa da Música. Espero que ela goste.

Era uma vez


19
Set16

Para mais tarde recordar #10

   S. - Mamã, quero ver um cadinho de Mick (que é como quem diz: quero pegar no teu telemóvel e ir para o Youtube ver desenhos animados)
   Eu - Está bem, deixa a mamã só fazer uma coisa.

Pego no telemóvel, ligo o wifi e ponho-me a empalear um bocado, mexendo no ecrã sem fazer nada.
S., achando que eu estava a demorar muito:
    - Oh, mamã... não sejas assim!
19
Set16

Fim de semana

Sexta-feira
Fomos à Feira do Livro e passear pelos Jardins do Palácio de Cristal (está riscada uma das experiências da lista)
Vimos os patos e os pavões, apreciámos as vistas sobre o Rio Douro, comprámos uns livritos (Mãe, quero mais!, já cá cantas), assistimos à história cantada pelo Som do Algodão no stand da livraria Salta Folhinhas,...
Um fim de tarde muito bem passado! :)


Sábado
Não tivemos aula de Babyoga, por indisponibilidade da professora.
Fomos almoçar com os avós maternos e depois fomos à loja de fábrica da Girândola. A S. parecia ter sido injetada com adrenalina. Não parava quieta, circulava por entre os cabides a gritar "vô, 'condete-te?" e "mamã, onde tás?" e "preciso de uma roupinha", mexendo em tudo. Adorou ir às compras.
Depois fomos lanchar e ao novo parque infantil da terra. Ela gostou imenso do túnel e do escorrega.


Domingo
Foi dia de longo passeio pelo empreendimento onde vivemos, ida ao parque infantil e tarde em casa dos avós paternos e brincar com os primos (que com os seus 12 e 7 anos, vão tendo muita paciência para ela).

Foi um fim de semana bem passado, apesar de estarmos sem o papá (que teve uma formação do CNE em Montemor-o-Novo).
A S. andou bem disposta, alegre, a saborear as novas experiências, os novos locais. A criar novas memórias! :)


14
Set16

Para mais tarde recordar #9

A S. sentada no sofá com o pai, a folhear um catálogo da La Redoute.
   S. (apontando para um dos modelos) - Papá, quem é ête?
   Pai - É o Sr. La Redoute. (quando não se tem imaginação para mais, saem estas respostas)
   S. - E éta, papá, quem é?
   Pai - É a Sra. La Redoute.
   S. - Ah... O Sr. Reduto e a Sra. Reduta.
(captaram o pormenor da diferenciação do género?)
14
Set16

Hoje é dia...

...de dentista!

Não sei bem há quanto tempo não vou a um. Há mais de 6 anos, de certeza... Talvez uns 7 ou 8.
Está mal, eu sei, mas, aliado ao facto de não gostar nada de ir ao dentista, tenho a sorte de ter boa genética dental (isto existe?) e por isso, vou facilitando e deixando passar o tempo.

Mas o marido, que anda a fazer uns tratamentos dentários, farto de me ouvir dizer "ah, também tenho de pensar em marcar uma consulta", da última vez que lá foi, tratou disso. Chegou a casa e disse: "No dia 14/09 temos consulta. Marquei para mim e marquei para ti!"
E pronto, lá se acabaram as desculpas...
12
Set16

Criar Memórias #1

Afinal não fomos à Feira Medieval. Nem propus, atendendo ao desenrolar do fim de semana.

No sábado, ainda saímos para ir à Feira do Livro, mas fomos nós e meio Porto e arredores, e por isso, desistimos. Trânsito entupido, parques de estacionamento cheios... enfim... fatores demovedores...
Acabamos por ir lanchar com uns amigos e pronto.

No domingo, foi dia de Zurra.


Ela gostou imenso de ver os burros e lhe fazer festinhas (embora "tem môcas, papá! Tira as môcas, papá!"), mas também de ver e tocar os cães e gatos da Associação Auaua que lá estavam para adotar, de ver as galinhas e o ganso, de ver o palhaço a fazer grandes bolhas de sabão...


Foi uma parte da tarde muito bem passada, da qual ela manterá memórias e isso é o que mais importa! :)

Pág. 1/2