Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Vida da Gorduchita

A Vida da Gorduchita

30
Set13

O meu desafio para Outubro

Ao vaguear pelos blogues que costumo ler, encontrei aqui uma sugestão muito interessante: um auto desafio.

Tenho, infelizmente, dois grandes defeitos: sou bastante desorganizada e faço da procrastinação uma forma de vida.
E, ao ver o desafio da Miss Betterme, logo achei que poderia aproveitá-lo para mim própria, adaptando-o à minha realidade, impondo a mim própria um conjunto de objetivos / metas / regras a cumprir este mês, que me ajudassem no objetivo da redução da gordura mas também em outras áreas da minha vida.

Começo já hoje mas só inicio a contagem e controlo oficial amanhã, fazendo assim o desafio durar todo o mês de Outubro. Portanto, 31 dias para criar novos hábitos e fazer algumas das coisas que andam para ser feitas há já muito tempo.



O MEU DESAFIO, EM 3 PARTES

Alimentação
  • Jantar apenas sopa de 2ª a 5ªf (nos restantes dias, fazer de qq modo refeições leves e equilibradas)
  • Lanches e snacks matinais compostos apenas por fruta fresca ou frutos secos. Em dias excepcionais, poderão ser acompanhados por 1 tosta integral. 
  • Começar o dia com um copo de água morna com sumo de limão
  • Beber 2 litros de água (ou chá) por dia 
  • Máximo 3 refeições de carne por semana
  • Máximo 2 sobremesas doces por semana
  • Não comer mais que 2 quadradinhos de chocolate por dia
Exercício
A ideia é preparar um plano (que vou fazer já de seguida), que inclua estes pressupostos:
  • Fazer algum tipo de atividade física, pelo menos, 6 dias/semana
  • Correr / caminhar no mínimo 30km/semana (em dias de muita chuva, poderá o percurso ser substituído por, pelo menos, 40 min de eliptica - o monitor partiu por isso não dá para medir em distancia percorrida)
  • Piscina 2x/semana - fazer no mínimo 40 piscinas (1km)
  • Exercícios funcionais 3x/semana (intensivos) 
Outros Assuntos
  • Arrumar o salão de 1 vez por todas, destralhando completamente o espaço (para o lixo o que já não serve, dar o que ainda pode ser utilizado por alguém)
  • Organizar (implica fazer filtro) tudo o que é produto de beleza e higiene pessoal
  • Colocar os autocolantes de parede que temos há largos meses em casa
  • Pendurar as prateleiras do wc do rés do chão
  • Pendurar quadro "HIMYM"
  • Despachar para o ecocentro o lixo acumulado na garagem e no salão
  • Comprar lenha para o recuperador de calor
  • Organizar o topo do móveis aparadores da sala de jantar (sempre cheios de tralha)
  • Organizar a roupa interior
  • Começar as compras de Natal (preparar lista e comprar/"alinhar" primeiros presentes)
  • Organizar móvel da cozinha e bancada
  • Começar a fazer menus semanais para facilitar a tarefa de preparação das refeições
  • Elaborar as atas em falta da associação a que pertenço

E acho que é isto.
Virei cá dar-vos conta do andamento deste meu desafio.
27
Set13

Para referência

Hoje sim, dia de pesagem a sério. Tenho de deixar a balança sossegada no resto dos dias e subir-lhe para cima apenas às 6ªs.

Para registo e controlo a partir de hoje, aqui fica:

  • Peso: 64,2kg
  • Massa gorda: 28,3% (um bom bocado acima do que devia ser...)
  • Líquidos: 52,3%
  • Massa óssea: 33,3% (acho que esta não varia muito)
O grande objetivo é baixar de forma significativa aquele valor da massa gorda, ou seja, atingir os 60kg não simplesmente pelo peso em si mas perdendo gordura.
Não sei ao certo como se faz isto... Tem a ver essencialmente com exercício, ou o caminho é essencialmente pela alimentação?

A minha ideia é esta:
  • Reduzir um pouco o consumo de hidratos de carbono (especialmente bolachas e coisas afins)
  • Aumentar consideravelmente o consumo de verduras (já começa a apetecer umas sopas...)
  • Planear o treino de forma a incluir mais exercícios funcionais e de força, e aumentar os kms percorridos, seja em corrida seja em caminhada.
Acham que até ao final do mês consigo perder uns 2kgs de gordura?
26
Set13

Outros Assuntos, para variar... :)

Hoje tirei um bocado de tempo para reler algumas antigas publicações minhas aqui neste blog e chego à conclusão que ando sempre à volta do mesmo... acima de tudo, sempre à volta dos mesmos pesos.
E que nos últimos tempos falo sempre do mesmo: correr, fazer exercício, alimentação que não está grande coisa...

Acho que tenho de começar a diversificar os temas, se não parece que a minha vida é só isto: tentar emagrecer. LOL

Vou começar a partilhar convosco outras facetas da minha vida, que não seja o que como e quanto corro. E começo por algo que tem um impacto significativo na minha vida: a água.

Praticamente desde que me mudei para a casa onde vivo atualmente, há quase 3 anos e meio, que uso um daqueles jarros de filtro (passe a publicidade, da Brita) para a água que bebemos.
Sei, sem qualquer dúvida, que a água que chega a minha casa é de boa qualidade, perfeitamente consumível diretamente da torneira (aliás, é a de minha casa e a da maioria das casas do nosso país).
Apenas por uma questão de sabor (assim como a muitas outras pessoas, o sabor a cloro incomoda-me um bocadito), optei por ter um jarro.
A opção da água engarrafada há muito que deixou de ser seguida e só muito raramente entra em minha casa. Cansei-me do lixo que produzia com todos aqueles garrafões vazios, do dinheiro gasto, do andar a carregar garrafões.

Defendo a opção do jarro, há muito, junto de quem conheço, e verifiquei ontem que pelo menos mais 2 dos meus vizinhos se renderam a ela. 
A decisão peca por tardia, mas fico feliz por saber que mais duas casas, com 4 pessoas cada, vão deixar de produzir lixo completamente dispensável.
Mais feliz ficaria se conseguisse convencer mais gente. Até porque, como disse acima, a água da rede pública em Portugal é, em geral, de muito boa qualidade. E o seu custo fica significativamente abaixo do que o da engarrafada. Façam bem as contas. Com o preço de 1 ou 2 garrafões (máximo, 12 litros) pagam 1m3 (1000 litros portanto) de água da rede pública

Já agora, e a quem interesse, troco o filtro com uma frequência bem menor do que a sugerida pelo fabricante, ou seja, ele advoga a troca de filtro de 4 em 4 semanas, eu faço-o de 4 em 4 meses... ou até 5 ou 6... Vou controlando pelo sabor da água e não pelo tempo.

25
Set13

Do fim de semana e outras reflexões

No fim de semana apostei em tentar fazer umas corridas perto de casa, pelos percursos que habitualmente uso para caminhar.
A verdade é que são percursos de piso irregular, nomeadamente estradas em paralelo daquele que de paralelo não tem nada, e com um nível considerável de subidas e descidas.
Como seria de esperar, a distância que consegui fazer correndo foi significativamente mais baixa do que nos dias em que corro junto à Foz do Douro, mas ainda assim  fiquei satisfeita com os resultados - 2,8km no sábado e 2,5km no domingo, num ritmo um pouco mais acelerado do que tem sido habitual nas restantes corridas (quando corro sozinha tendencialmente acelero o passo...).
Chego também à conclusão (embora ainda pouco cimentada) que as corridas de manhã (no sábado saí de casa pelas 9.30 e no domingo pelas 8.30, a ver se evitava o calor) não rendem tanto, que o meu corpo não reage tão bem.
Se for caminhar, não tenho qualquer problema, caminho o que for preciso e não sinto nenhum cansaço fora do habitual.
Mas nestas duas corridas senti alguma dificuldade, e apesar de parte ser devida ao próprio percurso e ao sol forte que se fazia sentir, penso que ser assim de manhã, não ajudou também. Mas terei de fazer outras tentativas, mais pela fresca. 

Anteontem, voltei à Foz do Douro e, com energias vindas não sei bem de onde, corri 6,7km e, não fossem as horas já tardias, sinto que conseguia ainda um pouco mais.
Hoje pretendo correr novamente e adorava que o meu corpo estivesse como na 2ªf, cheio de vontade e energia e capacidade de resistência. A ver vamos.

A alimentação, essa, tem estado um pouco fraca, com bastantes desvios ao que devia ser. Mas tenho tentado ter algum cuidado com as quantidades (como coisas que não devo mas não em quantidades exageradas) e em manter a quantidade de líquidos (água e/ou chá).
Surpreendentemente, hoje a balança presenteou-me com um 63,5kg.
Nem sei bem porque me pus em cima dela, mas ao vê-la pela manhã não resisti.

É certo que não estarei nos 60 e trocos, como me propus aqui, mas a verdade é que neste mês, e apesar de todas as promessas que fiz neste blog e a mim mesma, não fiz nenhum controlo válido sobre a alimentação. E sem a alimentação estar direita, não há exercício que lá vá.
Mas a verdade também é que me preocupo cada vez menos com a questão do peso. 
Gostava de pesar menos? Claro que gostava. Mas não me prendo a isso.
Quero, acima de tudo, gostar de me ver, sentir-me bem na minha pele, sentir-me forte e resistente, sentir o corpo duro, deixar de ver celulite.
E apesar de algumas destas metas ainda estarem longe (a parte do corpo duro e da celulite serão lutas eternas, a meu ver), já gosto bem mais de me ver agora.
E gosto do que as pessoas me dizem quando me vêem, como ontem uma colega que, em frente a mim, comenta com outro colega " Ela está radiante, não está? Assim, poderosa! ":)

Isso é o mais importante: que me sinta bem e que isso se note! E acho que se nota! :)

20
Set13

Corrida

Ontem corri 6,6kms. E caminhei mais 2.


Está longe de ser muito mas é bom. Se fizesse isto todos os dias, já me dava por muito satisfeita.

Sinto que o corpo reage cada vez melhor a isto das corridas, que vou conseguindo um pouco mais, que controlo melhor a respiração e o esforço.
Estou longe de conseguir fazer grandes distâncias e mesmo estas faço-as normalmente em duas partes: uma primeira que é sempre de adaptação e a segunda, após uma paragem (em caminhada) em que consigo entrar em velocidade cruzeiro, com o esforço bem controlado.

Gosto da sensação final de missão cumprida, de corpo cansado...
Gosto cada vez mais de fazer exercício e sinto-lhe a falta quando, aqui e ali, me dou à preguiça.
19
Set13

...

Afinal não corri, mas caminhei. Não muito - cerca de 4kms - mas já deu para pôr o corpo a mexer.
Como o fim do dia não foi exatamente aquilo que pensei que seria, acabei por ir caminhar já bastante tarde (saí de casa pelas 22h) pelo que já não fiz mais qualquer tipo de exercício.
Mas o jantar tinha sido levezito, bem como a restante alimentação e bebi bastante água e chá durante o dia e por isso, hoje a balança disse-me que tenho menos 800g que ontem (ontem - 65,1kg, hoje - 64,3kg). 

Gosto muito destes primeiros dias de comportamento correto que dão logo resultados. :D

Ontem várias pessoas me disseram que estava muito bem, que estava mais magra e coisa e tal, e isso faz elevar o ego e o ânimo (que sabe sempre bem, mas em dia de regresso ao trabalho, ainda mais... LOL).
Estou com vontade de deitar os kilitos que me faltam abaixo, de modelar o corpo, de me sentir mais firme, com mais energia... 
Tenho de aproveitar enquanto ela dura! :D
18
Set13

De volta das férias

Pois é, estive ausente daqui porque estive de férias! 
Depois de ver toda a gente a ir e vir, chegou a minha vez de tirar uns dias para descanso de corpo e mente.
Estes dias serviram para fazer umas boas caminhadas pela montanha, uns bons quilómetros de bicicleta, novas experiências, conhecer novos locais... e claro, comer um bocadinho mais que o suposto.

Resultado: venho feliz da vida, apesar de ter mais um quilo e meio!

Hoje, de regresso ao trabalho, entro novamente na rotina e conto começar já a fazê-los desaparecer. 
Na verdade, a ideia era já ter começado ontem mas o dia teve uma reviravolta e acabei por jantar muito tarde e nada do que devia. Mas já tinha ido correr 6kms e caminhado uns 4, pelo que a coisa deve ter ficado mais ou menos equivalente.

Trouxe o equipamento de corrida, a ver se no final do dia ainda lá consigo ir. Mas caso não vá, compenso depois com uma boa caminhada e um conjunto de exercícios para o resto do corpo.
Antes das férias, experimentei o conjunto de exercícios do post anterior. Aquilo é duro, mas vou estabelecer uma rotina para fazer aquilo umas 3 vezes por semana.
Tem ar de que dá resultados. :)

Ainda terei de passar no supermercado e comprar legumes e frutas para repor o stock lá em casa e fazer umas sopas e saladas, bem como uns sumos, para ajudar a limpar o organismo de todas as porcarias que comi durante as férias. 
02
Set13

Variações de peso e exercício

Não resisti... Hoje pesei-me. E a balança diz que estou com 63,4 kg.
Extraordinária diferença de 600g de ontem para hoje, sem que tivesse feito nada de relevante para tal. 

É por estas e por outras que não faz sentido pesar-me diariamente. As variações são estranhas, inexplicáveis, sem sentido...

Se gostei do que vi? Claro. Afinal, tudo o que é para baixo deixa-me satisfeita.
Mas não deixa de ser estranho e, como tal, muito provavelmente, pouco consistente e pouco confiável...


Mas estou apostada em fazer desta semana uma boa semana neste combate. Quero alimentar-me o mais direitinho possível, fazer bastante exercício, beber muita água / chá... O costume...

Estou a pensar implementar este conjunto de exercícios, que encontrei aqui:
http://well.blogs.nytimes.com/2013/05/09/the-scientific-7-minute-workout/?_r=0


Já li imensa coisa sobre os benefícios do exercício intensivo de curta duração vs exercício moderado de longa duração, e há muitos estudos que apontam para a obtenção de mais rápidos resultados no de curta duração.
Não custa tentar, não é? :)

01
Set13

Novo mês

Hoje: 64,0 kg! 
Era suposto estar com, pelo menos, menos 1 kg que isto, mas quem não se porta bem, não tem resultados. Como diz a célebre frase: " O único sítio onde sucesso vem antes de trabalho é no dicionário"! 
Ou seja, tenho que "trabalhar" mais!

Neste novo mês que hoje se inicia, tenho 2 semanas completas de férias, que normalmente são grandes sabotadoras desta minha luta contra os kilos e centímetros a mais, mas vou tentar seriamente que desta vez não contribuam negativamente.
Vou esforçar-me por ser certinha na alimentação e no exercício. Deixar as bolachinhas e os chocolatinhos.
Mais vegetais (que ando a facilitar) e menos carne. Mais frutas em vez doçarias. 
Mais água, mais chá (ou água com limão) acima de tudo, para ajudar a drenar.
E reforçar o exercício, mudar algumas práticas para ter outros resultados. 
E no final do mês se verá! :)

O dito cujo vestido está MUITO longe de me servir. Acho que exagerei. Teria de emagrecer mesmo muito para conseguir enfiar-me nele. 
Ou seja, não é claramente apenas 1 número abaixo, embora a etiqueta assim o diga... LOL