Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Vida da Gorduchita

A Vida da Gorduchita

23
Jul10

A tarefa da natureza


Apesar de ter condições para a fazer e ter tido mais atenção ao que me rodeava, não posso considerá-la como realizada.

Nas minhas caminhadas (que não foram tantas como devia), não consegui dispensar a música, mas pude apreciar a brisa fresca da noite, o cheiro das árvores que rodeiam o espaço onde vivo, sorrir ao ver um coelho bravo saltitar, sentir-me abençoada pela envolvente da minha casa, com os seus riachos, jardins e árvores autóctones...

Da minha varanda oiço as rãs dos lagos, os grilos nos jardins...
Anteontem, fiquei feliz ao sentir o cheiro da maresia, num almoço à beira-mar!

Dou valor à natureza e a tudo o que ela nos proporciona, mas não tirei o tempo para a apreciar em pleno.
21
Jul10

Andam-me a boicotar! lol

Aqui na empresa nem sempre é fácil manter a linha. Ora um traz ovos moles, ora outra traz húngaros, a seguir vem alguém que traz jesuítas, seguido do outro que fez anos e traz um bolo.

A uns vai sendo mais fácil resistir que outros, mas nada de grave.

Mas agora decidiram dar um golpe final: TROCARAM A MÁQUINA DA ÁGUA. E esta não presta!!! A água sai com um sabor "blerck".
Assim é mais difícil manter o ritmo de consumo deste líquido precioso.
Tá mal! Tá muito mal!
20
Jul10

Eu amo-me... :)

Mesmo em fases que estava mais gorda, acho que nunca deixei de gostar de mim. Podia não gostar muito de me ver ao espelho nem de vestir coisas bonitas e ser um pouco desmazelada com o meu aspecto, mas sentia-me bem com a vida e penso que, de uma forma estranha sempre gostei de mim, porque tinha (tenho) quem gostasse de mim.

Mas algo não estava bem e era preciso retirar peso de cima dos meus ossos, que não se sentiam amados! lol

Os únicos males que faço a mim mesma é realmente comer um pouco demais (especialmente docinhos, o meu grande vício) e ser muito preguiçosa. De resto, não fumo (nem nunca fumei), não bebo bebidas alcoólicas, não tomo café, gosto muito de dar as devidas horas de sono ao meu corpito...

Amo-me porque acho que mereço. Amo-me porque, apesar de não ter conseguido ainda atingir o peso e aspecto que gostaria de ter, sei que já consegui grandes vitórias nesta luta.
Amo-me e por isso vou continuar a cuidar de mim (ainda que com alguns desvios), cada vez mais! :)

19
Jul10

O fim-de-semana

Caminhada: OK

Alimentação: já houve fins de semana bem piores, mas este não muito bom (quer dizer, bom foi, mas não para a perda de peso...lol)

Outras tarefas do desafio: bem... quer dizer... pois... lol

Como de costume, a semana é para reparar os 2 dias maus! Um passo para trás, dois para a frente! Nada de stressar! :)
15
Jul10

A Receita

Antes de mais, tenho de alertar que a cozinha não é a minha onda.
Não digo que não gosto de cozinhar mas há mil e uma coisas de que gosto mais.
Acima de tudo, chateia-me ter de decidir o que fazer.

A receita que trago é saudável, e não sendo exactamente gourmet, também não é sensaborona como peixe cozido com legumes cozidos.

Assim, apresento-vos Salmão Grelhado com Legumes Salteados.

INGREDIENTES
Postas / Lombos de Salmão
Cenoura, Couve Branca / coração, Brócolos, Ervilhas (podiam ser outros vegetais quaisquer)
Sal e pimenta a gosto
Uma colherzinha de azeite (para saltear os legumes)
Limão, para temperar o salmão

Passo 1: Temperar o salmão com sal e limão


Passo 2: Raspar a cenoura para uma frigideira / wok anti aderente, já com um fundinho de azeite

Passo 3: Juntar a couve cortada em juliana

Passo 4: Juntar pequenos bocados de brócolos e ervilhas (eu usei ambos na versão congelada) e temperar com sal e pimenta


Passo 5: Levar ao lume (força de expressão, no meu caso, que tenho uma placa de indução) e mexer de vez em quando, até estar tudo "al dente" (ou um pouco mais cozido, conforme os gostos)


Passo 6: Grelhar o salmão (eu usei uma frigideira, mas como não pus nenhuma gordura, foi como grelhar na chapa)


Passo 7: Servir.


BOM APETITE! :)
15
Jul10

Ontem...

...depois de 2 dias a fazer uma bela caminhada ao final do dia, deu-me a preguiça.
Quer dizer, preguiça porque já era tarde quando tive disponibilidade para tratar do exercício. E não tive vontade de sair da casa àquela hora!
Eu sei que devia ter feito um esforço mas não fui capaz.

Aliás, todo o andamento do desafio esta semana anda apenas a meio gás... ou falha o exercício, ou falha a alimentação, ou... enfim...

A ver se ainda consigo fazer uma receita saudável hoje à noite (não deve ser lá muito gourmet mas...), mas não sei se consigo tirar a hora para mim (a não ser na caminhada...). :)
13
Jul10

Caminhada


Ontem, pela primeira vez em largo tempo, fui fazer uma caminhada ao ar livre, partindo de casa.

Durante muito tempo, vivi em sítios que não tinham condições para se fazer caminhadas - ou não tinha passeios e tinha de se andar quase no meio da estrada, ou não me oferecia condições de segurança.

Agora, posso simplesmente sair de casa e começar logo a caminhar. Fiz 30 minutos a passo certinho e acelerado, num percurso que termina com uma subida significativa (para dar um último puxão ao corpo).

Soube-me mesmo bem apanhar ar fresco enquanto me exercitava e ouvia umas músicas no mp3. Não sei como deixei passar tanto tempo sem fazer isto! :)
08
Jul10

Um pequeno passo atrás

Pontos de ontem: 70

Apesar de ter cumprido direitinho as tarefas do desafio (fora as flexões), o dia de ontem não foi grande coisa, simplesmente porque não resisti a uns húngaros (biscoitos). Comi uma meia dúzia... Não foi nenhuma compulsão, comi-os bem consciente do que estava a fazer, mas souberam-me tão bem que nem me dei ao trabalho de lhes resistir!
Tentei compensar com o exercício e com um jantar bem reduzido mas mesmo assim, suspeito que os efeitos se farão notar!
Mas enfim... apenas um passito atrás nesta caminhada! Não vou stressar com isso! :)

Hoje tentarei fazer tudo certo - alimentação, exercício, mentalização - a ver se a pesagem de amanhã, para dar para o Desafio, me alegra o fim-de-semana. :)

Fiquem bem!
07
Jul10

Alimentação e desafio

Pontos de ontem: 70
Falhei apenas a dose de legumes/salada (o arroz ter ervilhas não conta, certo?). O resto fiz certinho, até as flexões, sendo que, assim como anteontem, só bem tarde venci a preguiça e o calor e saltei para a bicicleta (estou a contar isto como substituto da caminhada...).
Fiz 24 minutos de pedalada, seguido das flexões, dos abdominais e dos alongamentos - estes já feitos no terraço, a apreciar a vista nocturna! :)

A alimentação tem sido mais ou menos certinha. Digo mais ou menos, porque decidi que ao almoço apenas controlo quantidades e não como doces. Ter de estar sempre a pensar que só posso comer saladas ou cozidos ou grelhados... Não! Fora de questão.
Como pouco, procuro não comer nada de exageradamente calórico e/ou gorduroso e é tudo.
À noite como sopa e, por vezes, junto um queijo fresco magro com uma tosta sem sal.
O resto das refeições centram-se em fruta, iogurtes magros e pouco mais.
Globalmente, não me parece mal. E a vós?

Com isto, queria chegar a sexta-feira e o peso estar abaixo dos 66. Ficava contente! :)

Pág. 1/2